água X terra
Tracker

Chevrolet Tracker: uma história com o off-road

Nós do aguaXterra amamos off-road e disso todo mundo está cansado de saber. E, apesar de sermos apaixonados por esse carro fantástico da Nissan, nós temos muitos amigos apaixonados pela vida radical e por aventuras como nós. E esses amigos, muitas vezes, não são Xterráqueos; eles possuem outros carros e participam conosco de encontros, muito nos alegrando com sua presença. E é justamente por isso que nós vamos dar espaço para nossos companheiros de estrada – literalmente. Hoje, portanto, vamos falar de um carro fabuloso: o Chevrolet Tracker.

Parceria com a Suzuki

 

chevrolet tracker suzuki vitara 1991
“Avô” do Tracker, Suzuki Vitara chegou ao Brasil em 1991.

O Chevrolet Tracker é um sucesso antigo. Sua origem remonta ao ano de 1989, quando a GM se uniu à Suzuki por causa de um problema em um carro da montadora japonesa. Dessa parceria nasceu o Suzuki Vitara, cuja comercialização teve início no Brasil em 1991 e se estendeu até 1998.

Naquele mesmo ano, ele foi substituído por outro modelo: o Suzuki Gran Vitara. Esse modelo perdurou até 2003.

Modelo próprio

Porém, durante a existência do Gran Vitara, a Chevrolet decidiu lançar um modelo semelhante: o Tracker. As diferenças em relação ao veículo da montadora japonesa eram poucas: uma delas, a “gravata borboleta” na grade dianteira. Essa é uma marca registrada da GM/Chevrolet em todos os seus veículos.

Porém, essa primeira versão durou pouco: apenas quatro anos. Em 2004,  o veículo deixou de ser fabricado.

Suzuki Gran Vitara 1999
“Pai” do Tracker, Suzuki Gran Vitara continua sendo fabricado pela montadora japonesa.

Mais forte e robusto

Em 2007, eis que ressurge o Chevrolet Tracker.Com  motor 2.0 e 16v, o novo Tracker era movido a gasolina, com tração 4×4 e 128 cavalos de potência. O objetivo? Disputar  mercado com o Ecosport, da Ford.

E esse modelo durou apenas mais dois anos, 2008 e 2009. Em 2012 foi relançado com o nome Trax, mas, devido a sua história em território tupiniquim, decidiu manter o nome que carrega desde 2001.

A nova geração do Chevrolet Tracker é mais esportiva e a versão 2020 ganhou mais espaço e um porta-malas maior.

chevrolet tracker 2020
Mais espaçoso e com porta-malas maior, o Chevrolet Tracker 2020 deve ser produzido no Brasil a partir do ano que vem.

Chevrolet Tracker: um carro feito para o off-road

Quem gosta do off-road sempre procura carros mais robustos. Esse é o caso do Chevrolet Tracker. Suas versões mais antigas (principalmente a primeira geração de 2001 a 2004) são turbodiesel e bastante econômicas.

Sua segunda versão (2007 a 2009) é movida a gasolina, possui motor 2.0 e tração 4×4 que pode ser acionada de três formas diferentes.

chevrolet tracker 2007A tração pode ser 4×2 com tração traseira, para ser usada em condições normais; 4×4 para terrenos com baixo atrito ou escorregadios e  4×4 com reduzida, para condições extremas de baixa aderência ou aclives / declives acentuados.

As versões mais recentes (a partir de 2012), no entanto, não possuem a mesma força e potência que as mais antigas.

Entretanto, seja mais novo ou mais recente, o Chevrolet Tracker é um carro excelente para quem deseja um veículo para a família. E, com algumas adaptações, também os modelos novos ficam perfeitos para o off-road.

 

Adicionar Comentário