Jeep Wrangler:

um jipe raiz que é a cara do off-road

Muitas vezes quando se fala em off-road uma marca fortíssima é a Jeep. A montadora faz enorme sucesso com os amantes da vida adventure, possui um veículo que é a cara desse estilo de vida. O nome dele é nada mais nada menos que Jeep Wrangler.

Jeep Wrangler: um sucesso nas trilhas

Jeep CJ5O primeiro Wrangler é de 1986. Porém, o primeiro Jeep brasileiro  foi o CJ-5, em 1954, bem parecido com aqueles da 2ª Guerra Mundial.

O pai do Wrangler teve longa vida e sua aposentadoria chegou 32 anos depois, em 1986.

A partir daí, foram 4 gerações do Jeep Wrangler, que, infelizmente, não apresenta ainda a sua versão 2021 para o Brasil.

A primeira geração do Wrangler

wrangler 1986A primeira geração do Jeep Wrangler se iniciou em 1986 e se manteve em linha até 1995. Era também conhecido como “Jeep YJ” e tinha como missão substituir o Jeep CJ-7.

Não era um carro tão bom no off-road como  o CJ-7, mas fez bastante sucesso e se manteve no mercado por 10 anos.

Entre seus atributos,  3,88 metros de comprimento, 1,70 m de largura e 1,80 m de altura, com distância entre-eixos de 2,37 m. Seu freio é  a disco ventilado na dianteira e tambores na traseira e suspensão com eixo rígido e feixe de molas nos dois eixos.

O motor possui entre 4 e 6 cilindros com até 120 cv e 18,7 kgfm e caixa manual de 5 marchas.

Completam o modelo  um sistema de som AM/FM e dois alto-falantes, bancos em vinil com ventilação e aquecimento, entre outros.

Jeep Wrangler 2ª geração

Em 1996, iniciou-se, a comercialização da 2ª geração do Jeep Wrangler, a qual se manteve até 2005.

Jeep Wrangler 1996Com suspensão mais moderna, com direito a molas helicoidais nos eixos dianteiros e traseiros e novos faróis redondos, eles se apresentavam mais inovadores que a geração anterior.

Um pouco menor e mais baixo,  passou a exibir 3,84 metros de comprimento, 1,73 m de largura e 1,78 m de altura. A distância entre os eixos se manteve em 2,37 m.

Mais forte e potente, seu motor passou a ofertar até 184 cv e 30,7 kgfm em sua versão de 6 cilindros.

O mais duradouro

3ª geração, modelo 2018A terceira versão foi a mais duradoura. Começou em 2006 e terminou em 2018. Também se caracterizou como a mais inovadora.

Seu  chassi teve uma concepção inédita, estando disponível com entre-eixos curto ou longo com carroceria de  duas  ou quatro portas.

Entre os diferenciais desse modelo estão: freios antitravamento (ABS), controle de tração com diferencial de deslizamento limitado eletrônico.

Algumas versões possuem ainda controle de estabilidade, assistente de partida em rampas, sistema eletrônico de desacoplamento da barra estabilizadora, sistema multimídia com navegador GPS, chave presencial, partida sem chave e airbags laterais.

Menor e mais curto, passou a contar com modelos turbodiesel  de quatro cilindros, que desenvolve cerca de 180 cavalos e 41,7 kgfm, com câmbio manual de seis marchas ou automático de cinco velocidades.

Wrangler 2021: potência para quem ama off-road

Jeep Wrangler 2021A quarta geração se iniciou justamente no final de 2018 e é mais potente que as versões anteriores. Sua versão 2021, por exemplo, conta com motor V8 com 470 cv de potência. Seu torque chega a 64,9na sua versão Rubicon 392.

Em suas configurações, constam ainda câmera frontal TrailCam para os Wranglers com uma tela de 8,4 polegadas e um sistema que ajusta as configurações de aceleração, transmissão e tração, sendo item de série nos modelos Rubicon.

Ele possui versões de 2 ou 4 portas com eixos dianteiros e traseiros rígidos. Isso o faz incrível na arte de superar pedras e outros terrenos difíceis, sendo um legítimo carro para o off-road.

O modelo ainda não chegou ao Brasil, mas deve fazer muito sucesso com quem ama a vida adventure e não dispensa uma boa máquina para suas aventuras.