água X terra

Exploração Xterra

ao Chile e à Bolívia

exploração Xterra

Se existe uma coisa que o casal betinense Gevanildo e Jaqueline gosta de fazer é fazer uma exploração Xterra na América do Sul. O corajoso casal, que no ano passado, visitou a histórica e incrível Machu Picchu. Este ano outros interessante destinos o aguardam: o deserto de Atacama, no Chile,  e o Salar de Uyuni, na Bolívia. São mais de 8 mil quilômetros de viagem, todos eles a bordo de sua Xterra amarela.

O trajeto partiu de Betim este domingo dia 11, e deve levar um bom tempo. Pelo caminho, muitas aventuras aguardam os dois corajosos, que devem enfrentar clima muito árido e muito sal pela frente.

Quer saber mais sobre o que aguarda Gevanildo e Jaquelie? Continue a leitura e conheça um pouco mais sobre esses lugares.

exploração Xterra

Exploração Xterra no Deserto do Atacama

O deserto do Atacama é o mais alto e o mais seco do mundo. Ele se estende do norte do Chile até a divisa com o Peru. Sua extensão é de cerca de 128 mil km2. Devido a sua altitude elevada, quase não venta no local e há pouca precipitação pluviométrica.

Entre as atrações da exploração Xterra ao Atacama, vulcões e montanhas com topos nevados ao fundo e lagoas incríveis como as do Salar de Talar. Também é possível entrar nas águas térmicas de Puritama, no Hotel Explora.

Salar de Uyuni

Ir para o deserto de Atacama pode ser um aperitivo para subir um pouco mais e parar na Bolívia e conhecer Uyuni. A pequena cidade boliviana possui um dos locais mais incríveis para se conhecer: o seu salar.

O que é?

O Salar de Uyuni é uma gigantesca planície.  São mais de 12.000 km² de extensão, cobertos por uma densa camada de sais minerais. Sua formação remonta ao início do erguimento da Cordilheira dos Andes, há milhões de anos.

O Salar de Uyuni possui cerca de 60 bilhões de toneladas, com a presença de minerais como lítio, potássio e magnésio. Entre os atrativos, lagos de águas cristalinas, gêiseres em pleno funcionamento. Há também enorme lagoa com águas avermelhadas, montanhas, vulcões e esculturas de pedra esculpidas pelo vento. Animais selvagens completam os cenários que parecem oásis no meio do deserto.

 

Adicionar Comentário